Menu

Dom Orlando Brandes lança livro sobre Aparecida

02 OUT 2017
02 de Outubro de 2017

Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, acaba de lançar pela Editora Santuário, o livro “Aparecida e sua mensagem”. A obra relembra o encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e a mística que existe em seu entorno.

O livro é divido em três partes: Aparecida: mística e missão; Aparecida: geografia e construções; Aparecida e a missão da Igreja Latino-americana e pode ser adquirido nas livrarias da Editora Santuário ou pela internet no endereço: www.editorasantuario.com.bre pelo telefone 0800 16 00 04.

 

Portal A12 - Como nasceu o desejo de escrever o livro?

Dom Orlando Brandes - O Nosso santuário é feito de pessoas simples e pobres que aqui chegam. Após chegar aqui, sentir a fé do povo, se colocar no meio do povo e sentir a realidade, percebi muita simplicidade.

A inspiração brotou de um momento de oração e nasceu com a vontade de que a mensagem de Aparecida se torne mais conhecida. Outra coisa que me inspirou foi o Jubileu dos 300 anos, pois o livro pode ajudar aos devotos voltarem para suas paróquias e dioceses e se engajarem mais em seus trabalhos pastorais.

Vale observar que Nossa Senhora, em Aparecida, não disse se quer uma palavra. Em Fátima ela falou, em Guadalupe ela falou, mas aqui em Aparecida que, aliás, não é uma aparição, foi um encontro da Imagem, então tudo isso tem muitos significados.

 

A12 - Qual mensagem o livro quer passar?

Dom Orlando - São muitas mensagens, porque vêm do próprio Deus, através da Senhora Aparecida, seja pela Imagem pescada nas águas, a Imagem quebrada, ou por ser uma Imagem pequenina, uma imagem preta, de barro, a Imagem que tem um sorriso, que está de mãos postas ou que tem flores na sua fronte. Tudo isso são grandes mensagens espirituais, pois foi Deus que a enviou e Ele, em seu plano eterno, pensou em nós.

Padre Vitor Coelho de Almeida dizia que as montanhas de Aparecida apontam para Deus. Isso é uma verdade. Dessa forma, quem vem até Aparecida, encontra, antes de tudo, o próprio Deus.

Aqui somos construtores de pontes e não de muros. Com facilidade construímos muitos muros em nossos relacionamentos, mas Nossa Senhora quer ponte, a ponte do diálogo, a ponte do perdão, a da oração, da proximidade com as pessoas.

Existe muita gente que nem aceita ainda o Concílio do Vaticano II, o Documento de Aparecida, o Pontificado de Francisco. Nós não podemos guerrear a tradição com aquilo que é o novo. Nossa Senhora veio para nos unir.

 

A12 - De que forma o livro se apresenta?

Dom Orlando - São três partes distintas: espiritualidade mística, milagres e significados e o Documento de Aparecida, que é a inspiração para o Papa e o seu Pontificado.

 

A12 - Podemos dizer que o livro é direcionado para quem?

Dom Orlando Não é um livro de história, nem para teólogos, mas um livro de espiritualidade e pastoral para as pessoas mais simples. No fundo, Aparecida não é uma Imagem bonita, por ter no rosto a feição sofrida de nosso povo, mas é atraente exatamente por ser pequenina e transmitir o próprio Evangelho.

Os menores no Reino dos Céus, serão os maiores e ela mesma rezou: “Ele olhou para minha pequenez e as gerações me chamarão de bem-aventurada”. Vamos ser como maria? Rezar como Maria? Ler e viver como Maria? Visitar as casas, assim como Maria visitou Isabel?

 

A12

Voltar

Diocese de São Raimundo Nonato - PI

CNBB - Regional Nordeste 4